FSSC

O que é a Certificação FSSC?

O Sistema de Gestão da Segurança de Alimentos FSSC 22000 fornece uma estrutura para o gerenciamento eficaz de suas responsabilidades de segurança e qualidade dos alimentos. O FSSC 22000 é plenamente reconhecido pela Iniciativa Global de Segurança Alimentar (GFSI) e baseia-se em Normas ISO já existentes. Ele demonstra que uma empresa possui um sistema de gestão de segurança de alimentos (FSMS) robusto e eficaz estabelecido para atender aos requisitos de agências reguladoras, clientes de empresas de alimentos e consumidores.

 

O Esquema FSSC é composto por três elementos:

 

O processo de auditoria para o FSSC 22000 é baseado na estrutura da norma ISO 22000 e tem um ciclo de três anos. Para ajudar a garantir a melhoria contínua, as auditorias de supervisão são agendadas anualmente, seguidas por uma auditoria completa de recertificação a cada três anos. O Esquema FSSC exige que uma das auditorias anuais de fiscalização seja conduzida como uma auditoria não anunciada.

*ISO 22000:2018

Em junho de 2018, a ISO 22000:2018 foi publicada. A versão de 2018 coloca um foco maior no pensamento baseado em risco e está alinhada à estrutura de alto nível da ISO. Os novos Sistemas de Gestão da Segurança de Alimentos ISO 22000 podem oferecer benefícios adicionais a organizações de todos os tamanhos em toda a cadeia alimentar:

  • melhoria no controle sobre as atividades de segurança de alimentos
  • conformidade estatutária e regulatória e do cliente
  • facilidade de crescimento do mercado
  • aumento da confiança dos clientes e das partes interessadas nos produtos
  • melhoria na gestão de riscos
  • integração com outro sistema de gestão da ISO

A ISO 22000:2018 cancela e substitui a ISO 22000:2005. As organizações certificadas para a norma têm o prazo de três anos a partir da data de publicação para fazer a transição para a nova versão.

Benefícios do FSSC

  • Visão da cadeia de suprimentos baseada na ISO
  • Reconhecido pela GFSI
  • Uso de normas internacionais independentes atuais
  • ISO 22000, ISO 22003 e especificações técnicas para os programas de pré-requisitos do setor
  • Acreditação ISO/IEC 17021-1:2015 (visão de sistema e de processo)
  • Amplo escopo: produção de alimentos e bebidas e de ingredientes (incluindo abate e ração para animais domésticos)
  • Aprovação e comprometimento das partes interessadas (indústria, empresas varejistas, ONGs)
  • Auditorias de segurança de alimentos profundas e rigorosas
  • Esquema independente
  • Gestão do esquema independente realizada pela Foundation for Food Safety Certification, uma organização sem fins lucrativos
  • Transparência

A Certificação FSSC é aplicável a:

  • Fabricantes de alimentos acabados (produtos com ou sem marca)
  • Fornecedores de matérias-primas e ingredientes
  • Embaladores de produtos primários (por exemplo, frutas e verduras)

A Norma ISO 22000 detalha os requisitos dos seguintes itens:

  • Requisitos gerais
  • Responsabilidade de gestão
  • Provisão de recursos
  • Gestão de recursos
  • Planejamento e realização de produtos seguros
  • Validação, verificação e melhoria do sistema de gestão da segurança de alimentos

A ISO/TS 22002-1:2009 especifica os requisitos para o estabelecimento, implementação e manutenção de programas de pré-requisitos (PRP) que auxiliam no controle de riscos à segurança de alimentos, conforme especificado na cláusula 7 da norma ISO 22000:2005.

A ISO/TS 22002-1:2009 especifica os detalhes dos requisitos a serem especialmente considerados em relação à norma ISO 22000:2005, cláusula 7.2.3: a) construção e layout de prédios e serviços básicos associados; b) layout das instalações, incluindo espaço de trabalho e instalações dos funcionários; c) fornecimento de ar, água, energia e outros serviços básicos; d) serviços de apoio, incluindo disposição de resíduos e esgoto; e) adequação dos equipamentos e sua acessibilidade para limpeza, manutenção e manutenção preventiva; f) gestão de materiais comprados; g) medidas para a prevenção da contaminação cruzada; h) limpeza e higienização; i) controle de pragas; j) higiene pessoal.

Além disso, a norma ISO/TS 22002-1:2009 acrescenta outros aspectos que são considerados relevantes para as operações de fabricação: 1) retrabalho; 2) procedimentos de recall de produtos; 3) armazenagem; 4) informações sobre produtos e conscientização dos consumidores; 5) defesa alimentar, biovigilância e bioterrorismo.

Requisitos para a Certificação FSSC 22000 – Parte II

Além dos requisitos das normas ISO 22000 e ISO/TS 22002-1:2009, as organizações que buscam certificação precisam cumprir os requisitos do esquema FSSC. No total, existem 9 requisitos adicionais, dos quais 7 se aplicam à Categoria C da Cadeia Produtiva de Alimentos: Fabricação de Alimentos.

Os requisitos adicionais do Esquema são:

1) Gestão de serviços,

2) Rotulagem de produto,

3) Defesa alimentar,

4) Prevenção de fraude em alimentos,

5) Uso de logotipo,

6) Gestão de alérgenos (somente para as categorias C, I e K),

7) Monitoramento ambiental (somente para as categorias C, I e K),

8) Formulação de produtos (somente para a categoria DII),

9) Gestão de recursos naturais (somente para a categoria A).


Legenda das Categorias

A – Criação de animais

C – Fabricação de alimentos

D -Produção de ração animal

      DII – Produção de ração para animais domésticos

I – Produção de embalagem de alimentos e material de embalagem

K – Produção de produtos químicos/bioquímicos


 

O custo da certificação FSSC depende de diversos fatores incluídos na categoria da cadeia produtiva de alimentos em que o site se insere, ou seja, fabricação de alimentos, número de planos APPCC e número de funcionários, tempo necessário para avaliar os programas PRP e os requisitos do FSSC. Para dar os primeiros passos na obtenção da certificação FSSC, entre em contato com nosso escritório para que possamos avaliar os requisitos de sua empresa.

A ISO 22000 é uma norma mundial para a gestão da segurança de alimentos. Fabricantes que já são certificados pela ISO 22000 podem obter a certificação FSSC 22000, reconhecida pela GFSI, atendendo aos requisitos das especificações técnicas para os PRPs do setor e aos requisitos adicionais do esquema FSSC 22000. Ao converter uma certificação ISO 22000 para a certificação FSSC 22000, uma auditoria completa de fases 1 e 2 não será necessária para transferir a parte ISO 22000 do FSMS para o FSSC 22000. A auditoria de transição pode ser combinada com uma auditoria de fiscalização da ISO 22000 agendada ou uma auditoria de recertificação que deve ser realizada nas instalações da organização.

Entre em contato conosco e inicie hoje mesmo seu processo de certificação

Share This