Padrão Cert ID Não-OGM

Breakfast smoothie bowl

Os alimentos geneticamente modificados (GM), têm aumentado a preocupação entre os consumidores quanto ao impacto no meio ambiente, bem como na saúde humana e animal. Como resultado, muitos países exigem rotulagem obrigatória de alimentos que contenham ingredientes GM (insumos) onde a porcentagem exceda um determinado limite. Para satisfazer as demandas dos consumidores em relação à transparência e apoiar as empresas no fornecimento de materiais Não-OGM, a FoodChain ID Certificação lançou em 1999 o seu Programa de Certificação Não-OGM e a Marca Registrada Não-OGM (selo de produto) para uma fácil identificação destes produtos no mercado.

O Padrão Cert ID Não-OGM é reconhecido na indústria como referência para um sistema de produção Não-OGM, pois aplica uma abordagem do sistema de gestão de qualidade para a preservação da identidade. O Padrão utiliza a tomada de decisão baseada em risco para construir um programa de certificação robusto, adaptado às necessidades da organização. Os principais componentes do programa incluem avaliações de risco, rastreabilidade e amostragem/teste para a verificação de conformidade. O programa é avaliado anualmente pela FoodChain ID Certificação em relação aos requisitos do Padrão. O Padrão é aplicável a organizações envolvidas no cultivo, produção, processamento, armazenamento, distribuição, logística e ou comercialização de produtos Não-OGM. A certificação de produto pode ser solicitada para matérias-primas, derivados, aditivos, adjuvantes e produtos finais, incluindo produtos de pecuária e ração animal.

Versão 6.0

A versão 6.0 do Padrão Cert ID Não-OGM foi lançada em junho de 2017 e mesclou os padrões de Conformidade Regulatória Não-OGM da FoodChain ID Certificação e da UE em um padrão de certificação Não-OGM único e flexível, focado em atender às necessidades dos mercados-alvo de uma organização. O Padrão tem a confiança dos principais varejistas e marcas internacionais, e é diferenciado porque oferece uma solução em certificação Não-OGM orientada ao mercado.

Na versão 6.0, a certificação do produto é específica para a região, sendo que as organizações atendem aos requisitos de um ou mais mercados Não-OGM de sua preferência ao invés de aderir a um limite de conformidade aplicado universalmente. Pela nova versão, as organizações identificam os requisitos Não-OGM do (s) seu (s) mercado (s) -alvo, o que inclui definir (1) o Nível de Limite de Tolerância escolhido, ou seja, o nível de contaminação OGM aceitável encontrado em um produto específico para uma região específica (país), e (2) OGM aprovados/não aprovados. Onde o limite escolhido não estiver definido, o nível definido é de 0,1% com um nível de presença adventícia de até 0,9%.

Quer saber mais sobre a certificação Não-OGM com a FoodChain ID Certificação? Clique aqui para baixar o Padrão Global Não-OGM v6.0.

Por que escolher o Programa de Certificação Não-OGM da FoodChain ID Certificação?
  • Certificação em conformidade com os requisitos obrigatórios de rotulagem relativos aos OGMs;
  • Níveis Limite de Tolerância orientados ao mercado:
    • Regulamentação da União Europeia (EC) Nº 1830/2003 para rastreabilidade e rotulagem de OGM;
    • Legislação brasileira (Decreto Nº 4680);
    • Outros programas de rotulagem e não-OGM.
  • Amostragem e testes baseados em risco;
  • Certificados de Conformidade quanto à Rastreabilidade – Traceability Certificates of Compliance (TCCs) – a nível de remessa/lote;
  • Uso do selo Cert ID Não-OGM para o reconhecimento do valor agregado de seus produtos certificados.

Entre em contato com a FoodChain ID Certificação para solicitar a certificação, e saiba como iniciar no nosso Programa de Certificação Não-OGM.

Legislação Não-OGM

Europa

A FoodChain ID Certificação certifica produtos que cumpram com a Regulamentação (CE) nº 1830/2003 da União Europeia (UE) para rastreabilidade e rotulagem de OGM em alimentos e rações para animais. De acordo com a regulamentação, os produtos que contenham OGM acima de 0,9% por ingrediente devem ser identificados com um código exclusivo e rotulado para seu conteúdo OGM. O conteúdo OGM adventício ou tecnicamente inevitável aprovado pela UE é permitido sem rotulagem a uma concentração não superior a 0,9%. No entanto, uma presença constante de conteúdo OGM – mesmo que seja inferior ao limite de 0,9% – deve ser rotulada. Os produtos que contenham qualquer traço de OGMs não aprovados na UE são imediatamente retirados do mercado.

Brasil

A legislação brasileira (Decreto nº 4680) prevê a rotulagem obrigatória de produtos naturais, ingredientes, alimentos e rações para animais que contenham OGM ou derivados com um teor de OGM igual ou superior a 1%. Carne, leite e ovos de animais alimentados com rações contendo ingredientes de OGM também devem ser rotulados. A Portaria nº 2658 regula como deve ser feita a rotulagem através do uso de um triângulo amarelo com um “T” preto no interior.

Amostragem e Testes Não-OGM

A amostragem e os testes de insumos e produtos Não-OGM são os alicerces dos sistemas de preservação de identidade Não-OGM (IP) para verificar se os níveis-limite para a contaminação por OGM são atendidos. O Padrão Cert ID Não-OGM contém requisitos para planos de amostragem e teste de insumos e produtos finais baseados em risco, para garantir que sejam rotineiramente analisados aqueles que estiverem sob risco de contaminação.

Métodos de teste precisos e confiáveis ​​são fundamentais para determinar o conteúdo de OGM nos produtos. Para garantir que esses critérios sejam cumpridos, o Padrão exige o uso de métodos de teste de OGM estabelecidos pela Global Laboratory Alliance (GLA), os quais são realizados por um laboratório aprovado pela FoodChain ID Certificação. A análise realizada por um laboratório aprovado pela FoodChain ID Certificação garante a detecção de traços específicos de OGM e variedades não aprovadas para vários limites de detecção visando testes precisos e de acordo com o Nível Limite de Tolerância escolhido. Os laboratórios aprovados pela FoodChain ID Certificação, ou são membros da GLA, ou alcançaram acreditação para a norma ISO/IEC 17025: 2005, e são licenciados pela GLA para realizar métodos de análise de OGM.

Para saber mais sobre os métodos de teste de OGM e as diferenças entre análises de DNA e as baseadas em proteínas, visite o site de referência do laboratório, www.gmotesting.com. O laboratório é líder global em identificação de OGM.

O Padrão Cert ID Não-OGM é reconhecido na indústria como referência para a preservação de identidade Não-OGM. Abaixo estão apenas algumas das razões pelas quais você deve escolher a FoodChain ID Certificação para a certificação Não-OGM:

  • A FoodChain ID Certificação é uma empresa pioneira reconhecida na certificação Não-OGM;
  • A FoodChain ID Certificação possui mais de 15 anos de experiência em auditoria e certificação;
  • A certificação para o Padrão Cert ID Não-OGM verifica as reivindicações Não-OGM;
  • O Padrão Cert ID Não-OGM é atualizado regularmente e acompanha as normas da indústria;
  • A FoodChain ID Certificação é empresa líder da indústria, reconhecida por varejistas e marcas em todo o mundo para a certificação Não-OGM;
  • O Padrão Cert ID Não-OGM verifica a conformidade com os requisitos regulatórios globais (por exemplo, os requisitos da UE sobre o limite de menos de 0,1% de presença adventícia ou tecnicamente inevitável de OGM);
  • Os Traceability Certificates of Compliance (TCCs) – Certificados de Conformidade quanto à Rastreabilidade – são emitidos a nível de remessa/lote para maior segurança dos produtos certificados;
  • Satisfação do cliente, proximidade na comunicação e melhoria contínua são nossas principais prioridades;
  • Os auditores Não-OGM aprovados pela FoodChain ID Certificação possuem um rigoroso programa de treinamento;
  • Quando necessário, encaminhamento para consultores de confiança ​​da indústria fazem parte do serviço Não-OGM da FoodChain ID Certificação;
  • As auditorias da FoodChain ID Certificação são realizadas profissionalmente por auditores criteriosamente selecionados, plenamente qualificados e experientes na indústria de alimentos;
  • Os relatórios de auditoria e certificados da FoodChain ID Certificação são emitidos dentro do prazo para que você atenda aos requisitos de seus clientes.

Entre em contato conosco e inicie hoje mesmo seu processo de certificação

Share This